O novo papel do Diretor de RH

As palavras humano, humanizado e seus derivados, parecem ter se tornado o novo slogan do RH, e essenciais para que ele se mantenha “aceito” entre os colaboradores. Esse valor é central para o trabalho do Diretor de RH e seu setor, e hoje talvez seja a parte mais importante para crescimento e desempenho dos negócios.

 

Como exercitar este papel?

A tarefa para colocar em prática este novo papel do Diretor de RH não é nem um pouco fácil e existem muitas questões para serem resolvidas, como contratação, integração, pagamento, treinamentos, conformidades, entre outras atividades, mas a verdade é que as questões de humanização vão muito mais além disso.

 

Valorizar os colaboradores

Fazer com que os colaboradores se sintam valorizados, por exemplo, os comunicados serem enviados com o nome do colaborador, ao invés de uma comunicação genérica.

 

Manter a reputação

Com a era digital todas as reclamações e problemas aparecem na Internet instantaneamente, então é necessário planejamento para que as respostas sejam enviadas rapidamente.

 

Tornar-se mais ágil

Precisamos entender as prioridades dos problemas, para que sejam resolvidos em minutos e não em dias ou semanas, nem sempre algo que não parece uma prioridade realmente não é.

 

Avaliar e aperfeiçoar habilidades

Entender se o que o colaborador está realizando está de acordo com suas habilidades e atribuições, aplicar treinamentos, mostrar que se importa com seu desempenho.

Ouvir os colaboradores é de extrema importância, além de garantir que todas as equipes estejam bem alinhadas e sendo recompensados de maneira justa. Nem sempre oferecer os melhores benefícios torna o colaborador mais feliz.

Após alguns estudos foi possível analisar que os colaboradores engajados com as companhias preferem algo que foque no trabalho em si, melhorando as ferramentas de produtividade e desempenho, oferecendo treinamento para gerentes e líderes, para que possam orientar da melhor maneira possível e oferecer apoio aos seus subordinados, assim o trabalho de todos se torna mais significativo. Os colaboradores se sentem mais confortáveis com um RH que os ouça no detalhe, tenha respostas positivas e perguntas de valor.

 

As questões humanas são a prioridade do momento

Dentro do contexto de humanização, vamos mostrar algumas questões profundas e importantes, da maneira mais simples possível:

 

Pessoas com vantagem competitiva

Seus colaboradores executam um papel estratégico em sua totalidade. As equipes estratégicas, táticas e operacionais precisam ter um bom nível de dedicação, alinhamento e retenção. Apesar de cada vez mais todos estarem mais envolvidos, grande parte está estressada, sempre fazendo hora extra e com uma péssima administração do tempo, sem saber priorizar as atividades. Por isso é importante simplificar o trabalho e seus processos, as empresas que conseguem aumentar a produtividade com foco nisso, supera seus concorrentes.

 

A cultura da empresa

A cultura, mais importante do que nunca, precisa ser nitidamente definida, original e bem executada por quem já faz parte da empresa. Se a cultura for clara, a recompensa for coerente e o gerenciamento das equipes estiver alinhado, os colaboradores saberão o que fazer. Como Diretor de RH, você deve deixar evidente a cultura, verbalizar e institucionalizar.

 

Felicidade dos colaboradores

De acordo com Emiliana Simon-Thomas, do centro de pesquisa interdisciplinar localizado na Universidade da Califórnia, Berkeley, conhecido como Greater Good Science Center, os valores que fazem pessoas felizes são, compaixão, empatia, perdão, gratidão, generosidade, humildade e conexão social. O Greater Good Science Center chama isso de PERK: Finalidade, Engajamento, Resiliência e Bondade.

Eles possuem muitos estudos que mostram a relação do desempenho para gerar essa felicidade nos colaboradores e através disso conseguimos ver que as competências corporativas não são a maior prioridade e sim que devem andar junto com o trabalho da liderança de lembrar as pessoas de serem generosas, gentis e sensíveis. Essa pode ser a poderosa ferramenta que falta para você melhorar o desempenho da sua equipe.

 

Inclusão, diversidade e justiça

Esse é o tópico de maior destaque em todo o mundo, mas a solução nem sempre é fácil e simples de se atingir. Grande parte das empresas tem se preocupado com a igualdade salarial de gênero e contratação imparcial, para superar as diferenças, então, devemos sempre considerar a identidade, contratar um colaborador sabendo como ele é e permitindo que seja ele mesmo, sempre respeitando a cultura da empresa, é claro, é um pensamento simples e essencial para os dias de hoje.

 

Flexibilidade e agilidade

São prioridades em todos os lugares, por isso precisamos nos ajustar de maneira rápida, encontrando meios de proteger e apoiar os colaboradores, nas constantes mudanças da empresa. Homa Bahrami, professora sênior na Haas School of Business, Universidade da Califórnia, Berkeley, tem um modelo de DNA adaptativo e super flexível para nos ensinar que existem cinco personas diferentes em ação, e cada uma se adapta de maneiras diferentes:

  1. Crocodilo: permanece persistente, focado e forte.
  2. Estrela-do-mar: é resiliente, se recupera e se adapta.
  3. Camelo: é durável, avesso ao risco e com visão do futuro.
  4. Guepardo: vai rápido, fica ágil e leve.
  5. Camaleão: sente, observa e se adapta.

Dados são importantes

Todo tipo de dados você deve ver como um amigo e deve estar no centro de tudo, pois podem nos mostrar quando as falhas podem ocorrer, as maneiras diferentes que as equipes operam e o motivo de colaboradores não se encaixarem na sua cultura ou se sentirem excluídos.

 

Diretor de RH, você é o ponto de partida

Embora o RH tenha inúmeras funções e atividades, as estratégias podem transformar a empresa e a parte humana do trabalho são essenciais para todos os processos, por isso precisam de atenção no momento, precisamos demonstrar sentimento para as pessoas, assim seu desempenho, segurança e principalmente confiança, farão com que as decisões do RH e de seus líderes funcionem melhor.

 

Join RH - Sistema para Gestão Estratégica de Pessoas