Receber uma crítica não é fácil, mas fazer a crítica nem sempre é tarefa das mais simples. Você sabe dizer o que realmente significa feedback?

 

A coisa mais importante na comunicação é ouvir o que não está sendo dito.” (Peter Drucker)

 

O que é feedback?

Feedback é uma ação que revela os pontos positivos e negativos do trabalho executado tendo em vista a melhoria do mesmo. Ele é o parecer sobre uma pessoa, ou grupo de pessoas, na realização de um trabalho com o intuito de avaliar seu desempenho.

Este processo ocorre através do fornecimento de informações para o aperfeiçoamento do desempenho de uma pessoa, portanto, vinda de uma análise baseada no senso crítico e não no senso comum.

Feedback é comunicação, diálogo. E não palestra!

Sendo assim, feedback não é uma opinião que expresse um sentimento ou emoção, nem queixa, bronca, conselho ou mesmo lição de moral> Por isso nunca comece o diálogo já tendo em mente que tem certeza que sabe a conclusão.

feedback

 

Qual a importância do feedback?

A importância da aplicação constante de feedback ao longo do tempo mostra que sua eficácia é tanto maior quanto mais próxima esteja da ocorrência que lhe deu origem. Esperar demais para fornecer feedback agrava as situações que precisam ser corrigidas e enfraquece o melhor momento para comemorar vitórias obtidas.

Dar feedback é um desafio, pois requer entender as pessoas e a maneira como elas reagem para aprimorar sua capacidade de dar retorno. Ser capaz de fazer uma leitura das outras pessoas não é uma habilidade inata, mas algo que precisamos desenvolver.

Portanto, feedback é investir pouco e ter resultado rápido e direto, pois o feedback indica o caminho que deve ser seguido para que o objetivo seja atingido, afinal queremos mudar, ou ressaltar, algum comportamento.

 

Dificuldades em dar feedback

Entre os fatores culturais que tornam a leitura do feedback como crítica e agravam o desconhecimento das pessoas sobre como é bom fazê-lo estão:

  • Medo de chocar o receptor
  • Receio de receber críticas
  • Medo de ser mal interpretado
  • Medo de não saber como falar
  • Receio dele não concordar
  • Achar que outra pessoa vai falar
  • Pensar que vai começar uma discussão
  • Achar que vai “sobrar” para si mesmo
  • Pensar que vai falar pela enésima vez
  • Temer as reações do outro
  • Medo de comprometer amizade, relações sociais, competência e status

Enquanto a pessoa que recebe o feedback pode ter medo de ser humilhada, aquele que está falando teme que o outro se ofenda com os seus comentários e deixe de gostar dele.

 

Dificuldades em receber feedback

Vivemos em uma cultura onde é difícil aceitar nossas ineficiências e ainda mais admiti-las para outros publicamente. Sendo assim, abaixo é citado por que muitas pessoas tem dificuldades em receber feedback:

  • Receio em admitir que errou
  • Falta de credibilidade em quem está dando feedback
  • Receio em perder a imagem ou status conquistado
  • Medo de autoconhecimento
  • Não gosta de ser chamado a atenção
  • Pensa que é perseguição
  • Diz saber o que faz e que é responsável pelos seus erros
  • Diz que esse é o seu jeito de fazer as coisas e que cada um tem seu jeito

Sob a influência de medos inconscientes, as duas partes tendem a entrar num modo defensivo.

 

Conclusão

Dar feedback é uma das coisas mais importantes que um líder pode fazer porque é por meio dele que ajudará alguém a se desenvolver. Ao mesmo tempo, é uma das tarefas mais difíceis porque, infelizmente, temos o costume de enxergá-lo como uma crítica.

 

Momento de reflexão

  • Quantos feedbacks você deu este ano?
  • Quantos feedbacks você recebeu este ano?
  • Qual foi o que mais contribuiu para o seu desenvolvimento?

 

CONTINUAÇÃO…

Este é o primeiro artigo da série Feedback, no próximo artigo que será lançado em 01/08/2016 estarei ajudando-o a criar um bom roteiro para dar um feedback e darei mais algumas dicas. Fique de olho, assine o blog e acompanhe nossa newsletter!

 

Como um sistema de RH pode ajuda-lo com este processo?

Um sistema de RH especializado em gestão de pessoas ajudará você a criar o hábito de dar feedbacks, pois ele o alertará de longos períodos sem feedback e também ajudará você a manter um controle centralizado destas ações, permitindo que sejam compartilhadas com seus superiores e sucessores. Além de tudo isto, quem está recebendo o feedback também terá a informação de fácil acesso, permitindo a ele também registrar sua opinião.

Um software especializado ajuda a incorporar a ação de feedback na cultura da empresa e dá a área de recursos humanos o controle deste processo.

De forma alguma um sistema de RH deve substituir a ação pessoal de dar feedback, mas ele auxiliará muito em seu controle, até mesmo dando orientações a quem dá e a quem recebe o feedback.

 

E-book sobre feedback

Este artigo tem apenas o objetivo de introduzir este assunto, pois já há um e-book gratuito, do mesmo autor, com mais definições e exemplos. Digite exatamente o termo “ebook feedback” que você encontrará o link para fazer o download deste e-book ou procure na página do Linkedin e Facebook do autor Ricardo Vignotto.

Este e-book tem a finalidade de te orientar da melhor forma possível a como dar excelentes feedbacks. Serão apresentadas as técnicas mais adequadas de uma maneira prática e direta e ele o ajudará a criar um roteiro para um bom feedback.