Descubra neste artigo por que o People Analytics é tão fundamental para transformar a área de Recursos Humanos em uma área mais estratégica da empresa.

Antes de tratar do assunto principal deste artigo, vou relembrar de forma bem sucinta que People Analytics é uma análise de dados aplicada à gestão de pessoas com o objetivo de melhorar a qualidade da tomada de decisão no RH e ele não é uma ferramenta, mas uma metodologia. Se você ficou com alguma dúvida, leia o artigo sobre o que é People Analytics para esclarecer este assunto.

Para responder a esta questão vou primeiramente fazer referência às palavras de um grande pesquisador e escritor de artigos sobre as maiores tendências globais em liderança, gestão, recursos humanos, tecnologias para gestão de talentos, People Analytics, entre outros temas voltados a área de Recursos Humanos.

Josh Bersin é o fundador e CEO da Bersin & Associates, uma empresa de consultoria e pesquisa de RH, que foi adquirida pela Deloitte em 2012.

Josh Bersin diz o seguinte: “As empresas precisam desesperadamente de dados para descobrir o que faz as pessoas se unirem, o que faz as pessoas ficarem, quem é mais suscetível a ser mais bem-sucedido e o que podemos fazer para amadurecer nossa capacidade de liderança, o atendimento ao cliente e a inovação. E todas estas questões podem ser diretamente respondidas por um processo bem feito de People Analytics”.

A Bain & Company, uma empresa de consultoria, fez uma pesquisa ao redor do mundo onde entrevistou executivos de mais de 400 grandes empresas, investigando sua capacidade de analisar dados, sua agilidade para tomar decisões e a eficácia dessas decisões. Os resultados demonstram que só 4% das empresas são realmente boas em análise de dados, ou seja, um grupo de elite que usa as pessoas certas, as ferramentas, os dados e com o foco no negócio.

Em resumo, são companhias que já usam ideias provenientes da análise de dados para mudar a forma como operam ou melhorar seus produtos e serviços. A diferença visível nestas empresas é que elas são:

  • 3x mais propensas a executar as decisões planejadas;
  • 5x mais propensas a tomar decisões mais rápidas; e por conta disso,
  • 2x mais propensas a figurar no quartil superior do desempenho financeiro em seus mercados.

Porém, Josh Bersin relembra uma fala do filme Moneyball: “ter a resposta não faz acontecer”. Isto quer dizer que é preciso estruturar as ações e ter um planejamento sério para não deixar morrer no papel o que se descobriu com o People Analytics, por mais que as revelações contrariem muito do que se pregava. Ignorar os fatos só agravará o problema!

Para quem não conhece a teoria do Moneyball, leia o artigo “Como o Google ajudou o People Analytics a ganhar força” para descobrir como esta teoria ajudou a impulsionar o People Analytics.

O que adianta você descobrir, por meio de análises precisas, que está pagando menos do que devia a seus funcionários de alto desempenho e pagando, digamos, a mais os de nível médio?

Você precisará ensinar seus gestores, e a própria organização, de que as pessoas passarão a receber de forma mais justa, e estará tudo bem dar a alguém um aumento enorme por um alto desempenho e um aumento mediano para um desempenho justo.

A gestão de pessoas está mudando com o People Analytics

Estas análises da massa de dados referentes aos comportamentos dos colaboradores no ambiente de trabalho começam a mudar os processos de contratação e retenção de profissionais na área de RH e têm impactado também nas formas de liderança e na produtividade.

Estou me referindo a um processo de coleta, organização, análise e modelagem de dados sobre o comportamento dos colaboradores, com o intuito de contribuir para a tomada de decisão estratégica e antecipar tendências na área de RH.

Parece que finalmente a gestão de pessoas subiu de patamar.

Dito de outra forma, o People Analytics é o reconhecimento de que os colaboradores são o bem mais valioso de uma empresa e que, portanto, é necessário mensurar para entender o que os torna engajados, produtivos e felizes no ambiente de trabalho.

O People Analytics tem se tornado mais importante a cada dia. Inicialmente ele era uma disciplina técnica limitada a especialistas em dados, agora é considerado uma disciplina de negócio, que apoia desde a operação, a gestão, o recrutamento e seleção, até a performance financeira. O desafio atual, porém, é tirar proveito desses dados.

A pesquisa de capital humano da Deloitte de 2017 aponta que somente 8% das organizações reportam ter dados úteis, apenas 9% acreditam que possuem um bom entendimento de quais dimensões de talento conduzem a performance em sua organização e apenas 15% têm amplamente implantado indicadores de RH e de desempenho para gestores.

Estes são percentuais surpreendentemente baixos para um público que deseja cada vez mais ter um RH mais estratégico. O People Analytics vem para mudar este cenário e apoiar o RH a levar informações mais relevantes sobre a gestão de pessoas para seu CEO.

Como um sistema de RH pode ajuda-lo com o processo de People Analytics?

Um ótimo sistema de RH, especializado em gestão de pessoas, ajudará você a conduzir melhor seu processo de tomada de decisão estratégica sobre pessoas, permitindo decisões mais rápidas e melhor fundamentadas em fatos do que somente em “feeling”.

As análises serão tão boas quanto mais confiáveis forem os dados fornecidos para análise. Um sistema de RH, tal como o Join RH da Linked RH, ajudará você a coletar e organizar todas as informações de uma forma útil para seu Big Data no RH e para as análises mais comuns do People Analytics, e quando chegar o momento você poderá utilizar estes dados para análises preditivas.

O sistema Join RH pode ajudá-lo a alcançar um alto nível de maturidade de aplicação do People Analytics e com a ajuda da Linked RH você poderá modelar cenários alcançando o nível mais sofisticado.

O que tudo isso gera para sua empresa?

Um sistema de RH que incorpora análises de People Analytics aumentará sua eficiência operacional, ajudará você a obter maior engajamento dos líderes, trará maior agilidade e guiará sua empresa para ter um RH mais estratégico.

Artigos da série sobre People Analytics

O que é People Analytics?

Como o Google ajudou o People Analytics a ganhar força

Por que o People Analytics é tão importante para gestão de pessoas e para o RH?

O que o Big Data no RH tem a ver com o People Analytics?

Como implementar o People Analytics no RH da sua empresa?

Cenário do People Analytics no Brasil

Casos de sucesso de aplicação do People Analytics

Para que as empresas mais estão utilizando o People Analytics?

People Analytics é aliado do RH e não inimigo