O capital humano é, sem dúvidas, um dos maiores instrumentos de sucesso de uma empresa. Por conta disso, aos Recursos Humanos incumbe delinear o mapeamento de perfil comportamental, até para que os bons funcionários possam ser mantidos por mais tempo nas empresas. Essa é uma das grandes formas de fazer com que, em um mercado cada vez mais competitivo, haja menor rotatividade e mais especialização e qualificação do capital humano, com sua valorização conjunta com os objetivos da empresa.

Desse modo, os Recursos Humanos buscam uma gestão de pessoas com mais foco no colaborador e o mapeamento de perfil auxilia (e muito) em relação a isso.

O que é mapeamento de perfil comportamental?

Diante de uma ampla opção de candidatos competentes e interessados na vaga, como saber qual deles tem o melhor perfil para ocupá-la? Essa é uma questão que está no cotidiano daqueles que fazem a gestão de pessoas.

Muitos profissionais têm a capacitação profissional para vaga, como cursos e especializações requeridas, porém, em alguns casos o perfil comportamental não é o mais adequado, sendo assim, é preciso uma análise para identificar quais dos perfis é o que se encaixa na sua empresa.

Através do Perfil Comportamental o responsável pelo recrutamento poderá entender de fato, quais são os pontos fortes e fracos daquele candidato. Desse modo, é possível identificar suas habilidades e detectar se elas serão satisfatórias para as situações que ele viverá na função que irá executar.

O mapeamento de perfil comportamental é uma espécie de questionário que tem por escopo identificar competências nos colaboradores, com o intuito de formar “grupos”, considerando-se suas características, mas em distintos tipos de perfis.

Para que o trabalho seja realmente efetivo, é preciso que o colaborador responda aos questionamentos feitos no formulário com clareza e honestidade. O mapeamento de perfil comportamental foi elaborado por meio de estudos teóricos e práticos no âmbito da Psicologia.

Dessa forma, esse tipo de instrumento funciona na prática. Há diversas ferramentas tecnológicas, como softwares, que podem auxiliar na construção do mapeamento de perfil comportamental, aliás. Assim, o treinamento da equipe somado à tecnologia pode trazer resultados bem satisfatórios quanto aos seus relatórios.

Como aplicar o mapeamento de perfil comportamental?

O mapeamento de perfil comportamental pode ser aplicado durante os seguintes processos ou com essas finalidades:

  • Recrutamento: que é, em relação à gestão de pessoas, um momento bem importante para o sucesso de uma empresa. Contratar pessoas talentosas é realmente uma vantagem competitiva da empresa, o que poupa desgaste futuro.
  • Compreensão dos objetivos dos colaboradores: compreender a necessidade de cada colaborador é essencial para diferenciar os Recursos Humanos de um Departamento Pessoal. O foco aqui é o colaborador, que deve ser considerado para que a empres atinja os objetivos deles e, em contrapartida, eles possam contribuir com o atingimento dos fins da empresa.
  • Planejamento: conhecendo melhor o capital humano, é possível planejar melhor equipes, proporcionar carreira e possibilitar mais organização à empresa.
  • Interação do grupo: um grupo trabalhando em conjunto e em harmonia é um dos degraus para atingir um negócio bem-sucedido. Assim, sabendo exatamente o perfil de cada um, é possível adequar as pessoas em funções ou grupos onde elas mais terão seus potenciais elevados e realmente utilizados.
  • Autorreflexão: respondendo ao questionário, o colaborador pode ter uma autorreflexão a respeito do seu perfil e se ele realmente está se coadunando com as intenções relativas às suas pretensões e da empresa.

 

Para que este método seja realmente eficaz o RH pode inicialmente criar um perfil de candidato “ideal”. Faça uma lista de todas as habilidades e capacidades que a organização necessita que este profissional tenha para preencher a vaga.

Avalie as melhores contratações anteriores para ajudar a interpretar temas, tendências e perfis bem sucedidos que funcionaram no passado, em todo: nível de educação, postura de empregado, carreira profissional e muito mais. Use essa lista para ajudar a construir um perfil comportamental completo do seu candidato ideal.

Como se vê, o mapeamento de perfil comportamental é de grande ajuda para o atingimento dos fins dos colaboradores e da empresa, para que estes atuem em consonância e possam construir seus projetos em união.

Em verdade, diversos instrumentos dos Recursos Humanos são realmente necessários para que a empresa possa ter o atingimento de seus fins, sempre com foco no colaborador e, claro, em suas pretensões empresariais. É possível unir o útil ao agradável.