As pessoas desejam fazer parte da organização e se engajar nas ações e nas mudanças, por isso “a maior habilidade de um líder deve ser desenvolver habilidades extraordinárias em pessoas comuns” já dizia Abraham Lincoln, líder político norte-americano. Um de seus feitos foi impedir que o país governado por ele se dividisse em dois por conta de diferentes correntes políticas.

No dia a dia das empresas também é comum ter que lidar com diversos interesses, pois, cada colaborador tem uma motivação diferente para estar ali trabalhando. Não basta apenas remunerar adequadamente, é preciso obter o engajamento da equipe nos negócios da empresa.

Hoje a demanda por produtividade e qualidade é alta e para mantê-las deve ocorrer engajamento na equipe com pessoas dispostas e comprometidas com os resultados da organização.

O significado do termo engajamento possui características que ultrapassam a estrutura do fazer por fazer levando o indivíduo a questionar-se:

Por que faço o que faço? 

Para as pessoas, isso carrega um valor moral, um compromisso que possibilita a transformação da realidade por meio dos seus atos individuais somados àqueles realizados pela equipe.

Mais do que campanhas de motivação, o engajamento dos colaboradores pede iniciativas mais complexas e frequentes e para que isso ocorra:

  1. Demonstre interesse nas atividades dos colaboradores

Algumas vezes, os colaboradores ficam totalmente a sós realizando projetos do interesse da empresa cujos gestores se quer perguntam sobre o andamento. Logo, se interessar é perguntar com certa regularidade como vai a realização do projeto e se o colaborador necessita de alguma ajuda.

Também é fundamental priorizar o encontro frente a frente porque no dia a dia, por motivo de comodidade, é muito mais frequente o uso do telefone e do e-mail para passar recados.

Contudo, esses recursos podem distorcer as mensagens e tornar a comunicação muito séria e autoritária. Sendo assim, deixe os recados importantes para serem ditos pessoalmente.

  1. Forneça feedback periodicamente

É comum dar devolutiva aos colaboradores quando eles fazem algo de errado, entretanto, se o feedback vier em tom crítico e em frente a outras pessoas ele acabará soando negativo e não contribuirá para o desenvolvimento e engajamento dos colaboradores.

Portanto, um bom feedback  é aquele dado periodicamente de forma clara e objetiva sob forma de orientação, conselho e até de afirmação. É fato que as novas gerações necessitam de muito mais retroação que as gerações anteriores, sendo assim, esteja atento às necessidades de sua equipe.

  1. Dê autonomia aos colaboradores

Trabalhar para o engajamento dos colaboradores requer encontrar equilíbrio entre deixá-los a sós e supervisioná-los.

Um dos segredos para o engajamento é dar liberdade para o colaborador desempenhar o trabalho dele com relativa autonomia.

Nesse contexto, dar autonomia não significa deixar o colaborador fazer qualquer coisa, mas sim permitir que ele opine e imprima a sua marca pessoal no trabalho que realiza.

  1. Mantenha sua palavra

Não tem nada mais desmotivador do que criar uma expectativa e depois vê-la frustrada. Então, só faça promessas que poderá cumprir e com isso crie um vínculo de confiança favorecendo o engajamento dos colaboradores.

  1. Realize reuniões regulares

As reuniões devem ser na medida certa, nem muitas e nem poucas. Elas deverão servir para definir soluções e não só tratar de problemas. Também é importante estar atento ao fator de comunicação, pois, as informações transmitidas devem ser claras e objetivas.

Além do mais, o gestor terá a responsabilidade de perceber se as pessoas estão compreendendo a mensagem e sendo capazes de interagirem umas com as outras a respeito das informações.

  1. Encoraje os colaboradores

Se alguém trouxer um problema, encoraje esta pessoa a solucioná-lo. Não dê a resposta, dê orientação com o objetivo de a pessoa solucionar o problema por conta própria. Desse modo, o colaborador não fugirá da responsabilidade do trabalho e o gestor não agregará mais uma tarefa entre as tantas que já possui.

  1. Seja justo

O mundo corporativo também é regido pela justiça e as pessoas se sentem injustiçadas quando alguém recebe um mérito que não lhe é próprio, assim como quando recebe uma crítica por um trabalho que não é sua atribuição.

Ser justo implica em ouvir aquilo que os demais têm a dizer, tomar decisões coerentes e fundamentadas em informações e deixar claro o processo de tomada de decisão.

Também é relevante ressaltar a importância de dar oportunidades com o objetivo de crescimento dos colaboradores na empresa porque as organizações apresentam maior engajamento da equipe quando dão oportunidades de ascensão.

  1. Envolva todos no engajamento

O gestor deve ouvir os colaboradores da empresa, envolvê-los nas decisões que os afetam e buscar formas de motivá-los  a fim de obter o engajamento de todos nos propósitos da instituição.

O princípio do engajamento em uma equipe se dá através da compreensão e da demonstração de que cada pessoa é importante. Por consequência, unir os interesses para o bem comum impactará positivamente na prosperidade e continuidade dos negócios.