O Assessment é uma ferramenta que tem sido muito utilizada no mundo corporativo como forma de mapear o perfil de seus colaboradores, visando identificar potencialidade e GAP’s profissionais, tornando o processo de desenvolvimento do colaborador direcionado e assertivo.

A importância das avaliações nos processos de gestão de pessoas

De uma forma geral, as ferramentas de avaliação comportamental são excelentes apoiadores nos processos ligados à gestão do capital humano.

Com as constantes mudanças no mercado de trabalho, tornou-se fundamental que os profissionais de RH incorporassem também novas tendências de avaliação e mapeamento dos colaboradores.

Os processos de levantamento de competência deixaram de ser unilaterais, onde eram levadas em consideração apenas as competências do colaborador.  Atualmente, o que se espera é compatibilizar o perfil de cada profissional com as características de gestão da empresa.

Com a implantação da metodologia de entrevista por competência na estratégia de avaliação profissional, as ferramentas de mapeamento de perfil tornaram-se fundamentais, tendo como princípio complementar e respaldar o resultado final.

Para cada necessidade, seja ela de contratação ou de avaliação, é defino o perfil esperado do colaborador. A partir deste perfil serão traçadas as estratégias e ferramentas que se adequem.

O que é assessment?

Assessment é uma palavra em inglês que significa avaliação.

No mundo do RH é uma importante ferramenta de mapeamento de perfil.

Diferente dos processos pontuais de avaliação, o assessment tem por finalidade enxergar o indivíduo de forma ampla em suas características pessoais, nas suas relações de trabalho, no levantamento de suas atitudes e comportamentos, os quais irão impactar diretamente o desempenho da sua função dentro da empresa.

Para cada necessidade, será trabalhado um conjunto de métodos de avaliação capaz de mapear o perfil do colaborador avaliado. Seja para processos de promoção, realocação, ou desenvolvimento do profissional.

Etapas do assessment

  1. Definição do perfil

Juntamente com o líder imediato do colaborador, o profissional de RH irá levantar as competências esperadas para o cargo a fim de definir as ferramentas que serão utilizadas no processo.

  1. Entrevista por competência

Importante etapa do processo que visa identificar o nível de desenvolvimento das competências do profissional em situações cotidianas da área em que ele atua.

  1. Mapeamento das competências

Através da aplicação de ferramentas de avaliação é possível construir o mapa de competências do profissional destacando no perfil os aspectos de maior e menor potencial.

  1. Devolutiva

São apresentados para o colaborador os resultados obtidos através das avaliações e a síntese de seu perfil profissional, proporcionando autoconhecimento.

  1. Elaboração do plano de desenvolvimento individual

Após a análise do perfil, o profissional de RH irá alinhar com o colaborador e seu superior imediato as ações para trabalhar os pontos a serem desenvolvidos, com foco nas atividades e resultados esperados para aquele profissional.

Aspectos positivos da utilização do assessment

Esse processo pode ser utilizado em diversas situações dentro da organização, tais como, avaliação de compatibilidade do profissional ao cargo ocupado, identificação do potencial profissional para promoções, como importante ferramenta na avaliação de desempenho, em processos de gestão de carreira, como mapeamento de perfis para processos de mentoring, entre outros.

Uma organização que tem traçado o perfil comportamental de seus colaboradores consegue de forma consistente estabelecer uma cultura organizacional voltada para a prática de retenção de talentos, valorização do capital humano e investimento em profissionais capacitados a assumir posições de gestão, evitando perda de tempo e dinheiro com processos seletivos externos.

Outro aspecto positivo está relacionado ao fato de que, a partir do momento em que uma empresa conhece o perfil de seus colaboradores, consegue garantir que eles estejam alocados em posições adequadas às suas potencialidades, o que favorece a entrega dos resultados compatíveis com as metas estabelecidas pela organização.

Quanto mais se investe em identificar e desenvolver as potencialidades das pessoas, maior é o lucro da empresa.

Cuidados que o RH precisa ter ao implantar o assessment

Como todo processo que gera expectativas de melhoria nos colaboradores, é importante que o RH dê continuidade ao trabalho de acompanhamento da evolução do profissional.

Além disso, é preciso que o líder esteja comprometido com a formação de sua equipe, criando as condições necessárias para a manutenção das potencialidades e trabalhando o desenvolvimento dos pontos de melhoria.

Em hipótese alguma a ferramenta pode ser utilizada para identificar profissionais que serão desligados da companhia, evitando que uma metodologia que auxilia na evolução da carreira, assuma um caráter punitivo e prejudique a credibilidade do processo durante sua aplicação.

Promover a participação de líderes e gestores é fundamental para que todos os processos de avaliação utilizados pela área de gestão de pessoas sejam eficazes.

A participação dos profissionais de RH no dia a dia das áreas, atuando como apoiadores na entrega dos resultados da organização, é fundamental para que o RH assuma o caráter estratégico de sua atuação e passe a participar ativamente das estratégias de definição de metas, uma vez que estas vão depender diretamente do desempenho dos colaboradores.

Engajar pessoas é o caminho mais curto para chegar ao sucesso do negócio.