Cinco anos atrás eram registradas dez universidades corporativas no Brasil, hoje este número subiu para trezentos.  Saiba porque as empresas estão aderindo a esta prática.

A Associação Brasileira de Educação Corporativa comprova a importância que as empresas têm dado para o desenvolvimento de pessoas dentro das corporações. Cinco anos atrás eram registradas dez universidades corporativas no Brasil, hoje este número subiu para trezentos.

Este dado comparado com a pesquisa da revista Carta Capital (2012) que mostra que, das dez empresas mais admiradas no Brasil, nove têm educação corporativa implantada, faz percebermos  que desenvolver e educar gera retorno financeiro nas empresas.

Tudo isto porque as empresas entenderam que podem reduzir seus custos retendo talentos e desenvolvendo pessoas dentro da perspectiva da própria empresa e isto gera uma grande vantagem competitiva no mercado.

A implantação da educação corporativa tem permitido a várias empresas agregar valor aos seus produtos, processos e melhorar os indicadores de satisfação e retenção dos colaboradores. É um ciclo de desenvolvimento e satisfação, no qual a empresa oferece crescimento e como consequência recebe a aplicação de ações assertivas e boas práticas, atitudes estas que impactam na contagem do lucro gerado.

Entretanto, para a condução destes programas é necessário profissionais altamente capacitados, com algumas características singulares como:

  • Conhecer gestão por competências;
  • Ser estrategista;
  • Ter visão de negócios;
  • Entender de educação, aprendizagem e novas tecnologias de aprendizagem;
  • Entender de números e resultados;
  • Ser um bom gestor de projetos;
  • Ter bom relacionamento interno e externo; e,
  • Ser interlocutor entre empresa e aluno.

 

Competências Técnicas

 

Sua empresa já pratica a educação corporativa?

Compartilhe conosco suas vivências e resultados da educação corporativa para iniciarmos um debate sobre todas as possibilidades e vantagens que esse recurso agrega aos resultados globais. Vamos trabalhar juntos para fomentar este novo modelo de trabalho nas organizações!