Para uma empresa, o departamento de Recursos Humanos é a área estratégica responsável pelo alcance de melhores resultados. No entanto, na prática isto se difere, já que, muitos profissionais responsáveis pela motivação de outros funcionários não recebem o valor devido e não são vistos como valor agregado para a corporação. Muitas vezes, através de uma visão errônea, desempenham a função de departamento de pessoal e, por isso deixam de lado a análise do potencial humano dentro da organização.

A gestão de pessoas envolve muitos processos, para cada tipo de empresa e equipe se torna adequado e ideal um tipo de procedimento específico para alcançar os objetivos que foram traçados. Portanto, é necessário que se tenha uma percepção do que realmente a empesa precisa em relação à maneira de como se faz a comunicação interna, seleção de talentos, benefícios e entre outras atividades relacionadas à área de RH.

As ações assertivas de RH promovem a motivação dos colaboradores, o aumento da produtividade e, consequentemente, a ampliação da receita. Por isso é tão importante implantar soluções eficazes que visam à melhoria do ambiente corporativo.

Para entender qual é o momento certo de levar novos recursos e mudanças para o departamento de RH é preciso fazer um diagnóstico e avaliar a fundo quais são as reais necessidades da empresa. O diagnóstico consiste em fazer o raio x da equipe, de forma que se possa verificar quais os pontos positivos e negativos e, assim, identificar quais serão as soluções necessárias.

O grande segredo está na adoção de um RH estratégico, ou seja, na implantação de um departamento que promova soluções para os processos internos da empresa e isto acontece após uma análise detalhada sobre a situação atual e identificação dos pontos críticos. Afinal, o que é preciso melhorar? Onde estão as lacunas que dificultam a comunicação entre gestor e colaborador? Tudo isso deve ser levado em conta na hora de desenhar a solução ideal.

Com a visão estratégica é possível enxergar onde está o erro e trabalhar para descobrir uma solução eficaz. Para isso, o RH pode desenvolver algumas ações, tais como, questionários ou outras ferramentas que possam contribuir para a avaliação do atual cenário da empresa.

Leve em consideração o feedback do seu colaborador, pois ele consegue ver a empresa com outros olhos e isso será importante na hora de decidir se é o momento certo de implantar algumas mudanças.

É preciso ter em mente que faz parte das atribuições dos Recursos Humanos, a identificação de ações focadas em pessoas, porém as estratégias não se resumem apenas em treinamento, seleção e resultados organizacionais, cabe ao RH, a responsabilidade de projetar o futuro, a partir do alinhamento de pessoas ao negócio.

O desafio está na adequação de profissionais altamente qualificados aptos a vencer a concorrência e as ameaças do mercado. Por isso, um RH estratégico visa manter o equilíbrio entre ação e resultado, a partir da sintonia com a cultura da empresa.

No entanto, para a implantação de novas ações deve-se primeiro analisar a maturidade da empresa. O que significa que uma corporação madura não pode ser avaliada através do seu porte, mas sim, de como ela enxerga o investimento no capital humano, como geração de valor presente e futuro.

Um departamento de RH eficaz é aquele que faz parte do negócio e participa de decisões impactantes da empresa, além disso, conhecer o mercado (os principais concorrentes, clientes e fornecedores) e atuar como parceiro dos colaboradores, para identificar a real necessidade de cada um, para que assim, seja possível prover soluções que gerem valor para a corporação.

Um bom profissional de Recursos Humanos participa, promove e conhece os negócios da empresa, e se torna peça-chave para os próximos passos da empresa, já que ele é o canal direto com os colaboradores.

A gestão de pessoas é de responsabilidade do RH e as mudanças no mercado impactam diretamente dentro das organizações, o que exige a criação de estratégias que visem a retenção de talentos, devido à concorrência ou até mesmo pela escassez de mão de obra qualificada. Para isto, é necessária a manutenção de colaboradores capacitados, engajados e motivados, com o intuito de alcançar as metas da organização.

Identificar os perfis de liderança, realizar o planejamento de carreira e criar programas e cursos de desenvolvimento pessoal e profissional são algumas das atividades de um RH efetivo.