“Seja a mudança que você quer ver no mundo. ”

Esse artigo começa com uma citação do Mahatma Gandhi que tem um grande significado: a mudança começa de dentro para fora. Não adianta esperar que o outro mude, você precisa dar o primeiro passo. Muito bem, mas o que essa famosa frase tem a ver com o tema desse artigo? Tudo. O Endomarketing (ou marketing interno) defende que antes de mais nada é preciso olhar para dentro da casinha, dentro da empresa.

O primeiro cliente é o funcionário! É para ele que se deve contar sobre um novo produto/serviço antes de falar com os consumidores finais e são eles que devem conhecer o propósito e os valores da empresa para poderem saber qual o caminho a organização quer seguir e como fará isso. Por quê? Simplesmente porque dessa maneira eles se sentem engajados nos objetivos e metas da organização, motivados a contribuir de forma efetiva no alcance do sucesso dos negócios e se tornam embaixadores da marca. Sim, isso mesmo: um funcionário engajado vai vestir a camisa e defender a marca no mercado.

Para alcançar todos esses objetivos que o endomarketing traz consigo, é preciso desenhar as estratégias, táticas e ações que podem ser adotadas, de acordo com o tamanho da empresa, com o budget disponível, com o perfil do público

#ficaadica: os funcionários não são iguais, não é um público homogêneo só porque todos estão no mesmo CNPJ

Pode parecer complicado para quem está iniciando a estruturação da área de Endomarketing e/ou Comunicação Interna, porém existem estratégias simples que podem ser implementadas e que farão a diferença:

01 – Crie oportunidades e eventos de integração para os funcionários

Calma. A palavra eventos nem sempre vem acompanhada do complemento “custos altos”. É possível realizar eventos baratos, com baixo investimento e atingir um bom retorno.

Essa estratégia é importante pois mostra para os funcionários que a empresa se preocupa em ter uma agenda anual com ele, não apenas em dezembro com a tradicional festa de confraternização.

Encontros como cafés da manhã com diretores e presidente, palestras sobre qualidade de vida, happy hour para comemorar o lançamento de um novo produto/serviço ou uma tarde para que os funcionários tragam seus filhos para conhecer o ambiente de trabalho. Todos esses eventos fortalecem o vínculo emocional das pessoas com a empresa, promovem a marca dentro e fora dos muros da empresa, ou você pensa que ninguém vai querer postar nas redes sociais a foto junto com o filho dentro da empresa?

Além desses pontos citados, os eventos proporcionam integração entre os colegas de trabalho. Às vezes, na correria do dia a dia, funcionários que trabalham em áreas distintas só cumprimentam uns aos outros nos elevadores e corredores da empresa (e olhe lá). Sem dúvida, o trabalho entre equipes é muito facilitado quando você cria uma relação mais amistosa, tira alguns bloqueios e até preconceitos.

Por isso, planeje no final do ano, época em que, geralmente, a maioria das empresas projeta o orçamento para o ano seguinte, um calendário de eventos e encontros mensais/trimestrais com os funcionários da sua empresa. Aproveite para inserir nesses momentos o discurso que a marca quer passar, reforçar o propósito da empresa, incentivar a integração.

02 – Incentive e reconheça aqueles que desempenham acima das expectativas

Engana-se quem pensa que é só por meio do salário e dos bônus que é possível incentivar as pessoas a trabalharem com mais dedicação.

Existem pequenos gestos, ações bem simples, que têm um grande impacto na motivação do time. Quer ver só?

Uma campanha que reconheça e elogie publicamente aqueles que têm se destacado nas tarefas diárias é uma forma de aumentar o engajamento dos times em torno dos objetivos da empresa.

A pessoa que for reconhecida vai se sentir valorizada e percebida pelo seu gestor, seus colegas de trabalho podem usá-la como exemplo, se espelhando nas atitudes dela para também alcançarem o reconhecimento e o gestor terá mais uma ferramenta de gestão nas mãos. Melhor ainda se essa ferramenta/programa for criada junto com a área de Recursos Humanos para que os critérios estejam bem definidos e de acordo com os níveis de carreira.

03 – Parabéns para você!

Tem gente que tem trauma de aniversário porque a data caía bem nos meses de janeiro ou julho, tipicamente meses de férias escolares. Por conta disso, não recebiam mensagens de “Feliz Aniversário”.

Com a vida adulta esse problema (embora para algumas pessoas isso era até um alívio) acabou, afinal não há mais meses fixos de férias e os aniversários dos seus funcionários caem em qualquer data.

Então, por que não transformar esse dia em algo especial? Há várias maneiras de fazer o funcionário se sentir querido pela empresa. Olha só: colocar bexigas na mesa do aniversariante e comprar um bolo cantando parabéns no final do mês para todos os aniversariantes, ou então para aquelas empresas que possuem centenas de milhares de funcionários, programar um e-mail marketing para chegar na caixa de entrada do felizardo com uma mensagem personalizada. É surpreendente e de uma delicadeza que faz com que a pessoa perceba que a empresa se preocupa com pequenos detalhes, que fazem a diferença.

 04 – Aproxime a alta liderança dos demais profissionais

Atualmente, muitas empresas já praticam o layout “sem paredes e portas abertas” em seus prédios e escritórios. Uma tendência que veio para ficar, importada lá no Vale do Silício na Califórnia, EUA, realmente mudou a maneira como as pessoas se relacionam nas companhias. Acabou aquela história de ter que entrar na sala de tal área para resolver um problema ou para alinhar um projeto. Tudo ficou mais próximo.

Mas, mesmo assim, é importante aproximar a alta liderança (presidente e diretores) dos demais funcionários. Sabe por quê? Simplesmente porque há ainda a necessidade de quebrar o gelo. Por mais que os diretores falem “vocês podem falar com a gente a qualquer momento, é só chegar na minha mesa e conversar”, tem gente que é tímida, é nova na casa, ou é tudo isso junto. E o Endomarketing, junto com o time de Recursos Humanos, pode ajudar criando um canal de comunicação direto, como o Fale com o Presidente, que possibilita contato pessoal e direto para que os profissionais falem sobre dificuldades, dúvidas ou até sugestões. Essa estratégia faz com que eles se sintam ouvidos e fazendo parte verdadeiramente da empresa.

05 – Planejamento, o melhor amigo do Endomarketing

Por último, e não menos importante, vale reforçar que o Endomarketing deve ter como princípio básico o planejamento. Quem está responsável por essa área na empresa não pode esperar que os problemas venham à tona para depois agir. Remediar nunca é bom, inclusive na área de Comunicação. Pesquisar e analisar o público da empresa, descobrindo o que é válido para ele vai ajudar, e muito, na criação de boas e eficazes ações de endomarketing.

Portanto, investir em estratégias e ações de endomarketing permitirá alcançar maior comprometimento dos funcionários da empresa. Isso acontece porque quando os profissionais se sentirem valorizados pela companhia, eles se sentirão gratos, honrados e felizes, e consequentemente, vão se esforçar cada vez mais para dar o seu melhor, aumentando a dedicação e qualidade nas tarefas e projetos.

Leia também:

10 regras de ouro para aumentar a produtividade dos colaboradores

Líder ou Chefe: qual deles está na sua empresa?

10 maneiras de efetivar a avaliação de competências e desempenho

Gamification na educação corporativa – O que esperar?

Remuneração estratégica impulsiona melhores resultados

Employer branding – por que a empresa precisa olhar para sua marca empregadora?