Qual empresa não quer se expandir e crescer no mínimo tempo possível? Este é o objetivo de muitas empresas brasileiras, e o RH deve ter um papel muito importante neste sentido. Até mesmo as pequenas empresas, que nem sempre têm um setor de RH bem desenvolvido, pode encontrar maneiras de aplicar estratégias inovadores de RH para ter os melhores resultados.

Nem sempre é preciso ter ferramentas sofisticadas para gerir pessoas e expandir negócios. Basta ter a capacidade de analisar o contexto e cartografar os colaboradores para saber quais são os pontos fortes e fracos e estabelecer táticas que façam a diferença. Conheça 10 estratégias inovadoras de RH que podem fazer com que a empresa cresça em pouco tempo, mas com qualidade.

1) Invista na integração dos colaboradores

Estratégias de integração são essenciais, ainda mais quanto aos novos colaboradores. Um exemplo de que a integração funciona é o fato de que as grandes empresas ao redor do mundo implementam a integração por três meses do novo profissional e investem constantemente em programas que motivem as equipes a trabalharem mais e melhor. Os processos corporativos se darão cada vez mais por meio da colaboração e da gestão humanizada.

A integração também é uma forma de transmitir as ideias, valores, metas e normas da empresa ao novo colaborador, e reforçá-las à equipe. E isso tem tudo a ver com o crescimento da empresa. Para se ter uma ideia da sua eficiência, a integração pode evitar o rodízio de talentos, quando não se assimila os parâmetros da corporação e não motiva o colaborador a se integrar ao novo ambiente de trabalho, gerando altos custos de recrutamento, contratação e desligamentos.

2) Não meça esforços para a qualificação

Qualificação é um conceito chave para a empresa que quer crescer em pouco tempo. Isso envolve esforços do RH e as estratégias mais inovadoras para que se tenha resultados. Há muitas demandas em diferentes setores que requerem qualificação contínua – atendimento, produção, logística, vendas, desenvolvimento de produtos, etc. A qualificação é um diferencial inquestionável em um mercado cada vez mais exigente e acelerado.

Desta forma, cabe ao gestor definir o que deseja para o seu negócio e alinhar estratégias inovadoras de RH e de outros setores envolvidos para que seja possível implementar programas eficientes de treinamento, ações e desenvolvimento humano, desenvolvendo competências e implementando táticas para o desenvolvimento de novos conhecimentos estratégicos.

3) Otimize a comunicação

A comunicação eficaz é o desafio da maioria das empresas brasileiras e abrange muitas facetas nem sempre aparentes aos gestores. Comunicar-se bem, em diferentes meios e para diferentes públicos deve ser uma prioridade para a empresa que quer crescer rapidamente. Mas para isso é preciso também estimular a comunicação interpessoal entre os seus colaboradores. Uma coisa é a empresa dispor de recursos tecnológicos que permitam a boa comunicação e interação com seu público interno e externo. Outra é a prática da comunicação entre seus players.

Não é à toa que as empresas brasileiras gastam boa parte de seus investimentos com o desenvolvimento desta competência entre seus profissionais, porém é preciso que haja um ambiente corporativo propício às práticas comunicativas – como é o caso, por exemplo, do feedback – outro grande desafio nas organizações. Saber ouvir e saber se expressar é importante, mas o feedback deve ocorrer com frequência e com referências positivas, para que o colaborador não só compreenda a mensagem transmitida, como replique esta prática em seu cotidiano.

4) Crie um padrão de avaliação
Não se pode crescer sem mensurar e avaliar os resultados. É preciso que as empresas que almejam expandir rapidamente criem padrões de avaliação das suas rotinas, bem como de seus colaboradores de modo eficiente. Isso vai ajudar o gestor nas decisões, nos direcionamentos que precisa realizar quanto à sua equipe: capacitar, contratar novos talentos, remanejar pessoas e equipes, identificar contingências, criar um plano de recompensas, otimizar os custos com contratações e demissões, gerenciar os investimentos com desenvolvimento pessoal, etc.

5) Aposte na criatividade na hora de planejar as atividades de RH

Na hora de planejar as ações de RH é preciso que os profissionais deste setor sejam criativos nas suas propostas para que ajudem as empresas a crescerem rapidamente. Se o foco é o crescimento do negócio, por exemplo, quais os treinamentos necessários para que determinado setor da empresa se desenvolva? Se é preciso motivar os colaboradores a se esforçarem em suas funções para que cumpram as metas, quais táticas são necessárias para que isso ocorra? Se um ambiente de trabalho saudável contribui para o crescimento da empresa, de que forma o RH pode implementar ações para que isso seja possível?

Veja que a criatividade é tão essencial quanto os meios e recursos disponíveis para que a transformação aconteça. É a criatividade que faz com que a empresa ofereça treinamentos melhores e mais significativos, que proponha um atendimento qualificado aos seus clientes e colaboradores, que encontre saídas para problemas persistentes e muito mais.

6) Realize regularmente a pesquisa de clima organizacional

A pesquisa de clima é um recurso de RH muito importante às empresas que almejam destaque. É preciso estar disposto a ouvir o que o colaborador tem a dizer sobre o seu ambiente de trabalho, pois há informações e dados que nem sempre os gestores terão acesso de outra forma. A pesquisa de clima é um instrumento de gestão relevante, uma fatia do que realmente é a sua empresa e de que forma poderá melhorar as suas ações e processos produtivos.

7) Aposte no RH estratégico

Muito se tem falado sobre RH estratégico, mas ainda para alguns é difícil constatar as suas vantagens. Trata-se de um dos recursos da gestão inteligente e de alta performance, essencial para a empresa que busca competitividade e a sustentabilidade de seu negócio.

Ele envolve uma nova abordagem a diferentes processos da empresa, como recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento, relacionamento e gerenciamento de performance. É caracterizado pela integração verticalizada com estratégias de negócio horizontais com diferentes players da empresa.

Outro diferencial é a participação ativa do RH nas políticas, táticas e direcionamentos da empresa, em funções essencialmente importantes, como atração e retenção de talentos, desenvolvimento dos colaboradores, estratégias e oportunidades de crescimento, formação de lideranças, etc.

8) Utilizando a tecnologia em favor do RH

As tecnologias voltadas às empresas, e mais especificamente aos processos de RH, estão cada vez mais inovadoras e variadas. De complexos software de gestão de pessoas às redes sociais, que promovem a integração da empresa com o seu público e com os novos talentos que há no mercado, expandindo a marca em prol de diferentes estratégias de negócio, há muitos recursos que podem ajudar o RH a contribuir plenamente com o crescimento da empresa. Os profissionais envolvidos nas atividades de RH são amplamente amparados por estes recursos. Vale a pena fazer uma análise das necessidades da empresa e alinhar estas ferramentas com as metas de desenvolvimento humano e organizacional.

9) Qualificando as lideranças e formação de novos líderes
As lideranças são o elo da empresa com os seus colaboradores e têm um importante papel na propagação das estratégias às equipes. Mas o líder tem a função de estimular seus liderados a serem também líderes em suas funções. Líderes que formam líderes e estimulam um cenário de aprendizagem mútua e colaboração: é um aspecto da gestão de alta performance, que permite que a empresa cresça em menor tempo.

10) Vantagens e recompensas estratégicas

A forma como as empresas se relacionam com seus colaboradores pode indicar as suas possibilidades de crescimento. Os benefícios e recompensas, por exemplo, como horário de trabalho flexível, dia de folga para os colaboradores mais produtivos e um ambiente descontraído são diferenciais que atraem talentos. São ações táticas que podem fazer com que a empresa tenha ótimos resultados em pouco tempo.

Veja também:

Impactos da ausência de feedback

Recrutamento e seleção: quando vale a pena contar com a ajuda de um headhunter?

Desafios e oportunidades na inclusão da pessoa com deficiência

Tecnologia a favor do gestor de pessoas

Indicadores para avaliação de resultados de e-learning

10 Requisitos para um plano de treinamento eficaz

Gostou da matéria? Quais outras estratégias inovadoras de RH você conhece para que a empresa possa expandir? Deixe um comentário!